Arquivo do autor:faustoviana

Sobre faustoviana

Professor de indumentária, moda, traje de cena e cenografia da Escola de Artes, CIências e Humanidades da EACH e da ECA USP

Finalmente em livro… Sophia Jobim!

Padrão

capa_SOPHIA_REVISADA.indd

 

Dos cadernos de Sophia Jobim… Desenhos e estudos de história da moda e da indumentária.

Autor: Fausto Viana

Tamanho: 245 x 310 mm  Número de páginas: 286

 O livro é o resultado de anos de investigação sobre o trabalho da pesquisadora Sophia Jobim (1904- 1968), que criou ilustrações para suas aulas de indumentária na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro entre as décadas de 1940 e 1960.

Um trabalho precursor que foi abrigado nos arquivos do Museu Histórico Nacional e que agora é fonte de pesquisa obrigatória para historiadores, estudantes de figurino e de moda, antropólogos e todos aqueles que desejam saber mais sobre a trajetória dessa professora que se confunde com a das pesquisas em indumentária e moda no Brasil.

 Um presente fabuloso, um clássico com ar renovado para aqueles que apreciam os desenhos da história da moda e da beleza.

Fausto Viana

é pesquisador de trajes de cena e professor de cenografia e indumentária na Escola de Comunicações e Artes da USP. É doutor em artes e em museologia e fez pós-doutorado em conservação de trajes e em moda. É autor do livro O figurino teatral e as renovações cênicas do século XX. É um dos orga­nizadores dos livros Diário dos pesquisadores: traje de cena e Traje de cena, traje de folguedo, além de outros.

 Onde você pode comprar seu exemplar?

http://www.livrariacultura.com.br/busca?N=0&Ntt=fausto+viana

Anúncios

Para que foi criado esse blog?

Padrão

Esse blog resulta de um projeto de pesquisa, apoiado pela FAPESP e pela Universidade de São Paulo, chamado “…dos cadernos de Sophia“, assim, com três pontos antes, como em …E o vento levou. A ideia foi resgatar o trabalho dessa pesquisadora, muito atuante nas décadas e 40, 50 e 60 no Rio de Janeiro e  no mundo como um todo. Considero Sophia uma das pioneiras na pesquisa em indumentária, em trajes.

Ela escreveu 125 “cadernos”- pastas onde ela escrevia ou traduzia ou fazia anotações sobre trajes. Ela, além de tudo, fazia ilustrações para acompanhar as aulas que dava na Escola Nacional de Belas Artes, atual Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde fui carinhosamente recebido também em projeto de pós-doutorado pela Profa. Dra. Maria Cristina Volpi Nacif.

Todo o material foi digitalizado, e claro que desejo muito vê-lo publicado em breve.

Mas aqui as pessoas poderão ver um pouco do material que está preservado no Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro, à cuja equipe já agradeci aqui mesmo, em “Apoio”.

Todo o trabalho conta hoje com 2.500 páginas- ou seja, foi muito trabalho.

Foram mais de 12.500 fotografias do acervo, que formaram um quebra-cabeças gigante do qual trago, aqui em cima, um resumo. Em O projeto, encontre mais dados sobre o que foi o projeto. Em Quem foi Sophia?, dados bibliográficos. Fotos trazem imagens muito curiosas da casa antiga e de como a casa está hoje, lá em Santa Teresa, já que ela montou um museu de indumentária dentro de casa na década de 60. Há imagens de viagens, do antigo ateliê dela, imagens pessoais…

Livros e curiosidades são a diversão de muitos pesquisadores. Achei links online para livros que estão na Biblioteca do Museu Histórico Nacional, na coleção Sophia Jobim. Por favor, usem a Biblioteca- há material riquíssimo, vasto e de excelente qualidade para consulta.

E, por fim, Desenhos traz ilustrações da Sophia para moda, teatro- sim, ela foi figurinista de teatro também!- e outros temas que ela usava em sala de aula.

Como se vê, …dos cadernos de Sophia traz muitas informações que o vento não levou. Que esse material- criado  pela Sophia, doado por ela e entregue por seu irmão depois de sua morte ao Museu Histórico Nacional, cuidado com carinho por tantas pessoas no Museu, possa provocar em muitos pesquisadores o desejo da pesquisa.

Porque …dos cadernos de Sophia é só o começo!

Apoio

Padrão

logo fapesp

logo usp

Esses são os apoiadores da pesquisa.

E essas são as pessoas sem as quais não haveria …Dos cadernos de Sophia:

Há muitas pessoas e instituições a serem agradecidas e de antemão me desculpo por aquelas que ficaram- aparentemente- esquecidas. Em São Paulo, à FAPESP, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; ao Departamento de Artes Cênicas da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo; Maria Helena Bastos; Elizabeth Azevedo, por conselhos sempre tão salutares; Kathia Castilho, pelo costumeiro entusiasmo; Eduardo Crispino Torres, pela paciência e todo o suporte; Ana Cristina Higa, sempre pronta para o socorro; Dalmir Rogério Pereira, que fez o caminho mais divertido; ao Kim Chicaroni Viana, sempre junto, próximo e importante; ao Gabriel Crispino Torres, chegando, aprendendo; e à Ângela Messias da Silva, que trabalhou tanto e sumiu, mas deixou meio caminho andado.

 

No Rio de Janeiro, devo agradecimentos especiais à Escola Nacional de Belas Artes e à Profa. Dra. Maria Cristina Volpi Nacif, que me “acolheram” durante o projeto; a equipe do Museu Histórico Nacional, notadamente a Senhora Diretora Vera Lúcia Bottrel Tostes; à antiga Chefe do Arquivo Histórico Rosângela Bandeira, que disse que eu faria esta pesquisa mesmo quando eu não sonhava com ela;  à nova chefe do Arquivo, Daniella Gomes dos Santos e ao Daniel, estagiário; às incansáveis Eliane Vieira da Silva e Isabel Cristina Morato dos Santos, da Biblioteca; à Vera Lúcia Lima, chefe do Acervo; à Adriana Bandeira Cordeiro, da Reserva Técnica; da Biblioteca Nacional, Vinicius Martins; da Família Jobim, ao Luís Jobim, por todo o apoio e a Quita Mendonça Jobim, que mesmo mudando de opinião no meio do caminho, foi tão importante.

Ficha técnica

Projeto, organização geral e textos novos:

Fausto Viana

 Digitação de textos Fase 01:

Ângela Messias da Silva

 Assistentes no Museu Histórico Nacional:

Ângela Messias da Silva e Kim Chicaroni Viana

 Digitação de textos fase 02:

Eduardo C.Torres, Viviane Ruiz, Ana C. Higa, Sílvia Maria

 Desenhos novos com base no trabalho de Sophia Jobim:

Dalmir Rogério Pereira

O trabalho foi realizado nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, entre os anos de 2007 e 2012.